Morre Gil Scott-Heron, poeta e precursor do rap

O poeta, músico e escritor Gil Scott-Heron, conhecido por seus discursos performáticos nos anos 1960 e 70, que o levaram a ser considerado um precursor do rap, morreu na noite desta sexta-feira, de causas ainda não divulgadas, aos 62 anos.

Nascido em Chicago em 1949, ele lançou seu primeiro disco, “Small talk at 125th and Lenox”, em 1970, criticando duramente a classe média americana, os ativistas negros e o consumismo dos EUA. O disco continha o discurso com a frase “The revolution will not be televised” (“A revolução não será televisionada”), que se tornou célebre. Recado aos deslumbrados pela mídia!

Ao longo de quatro décadas, Scott-Heron lançou mais de 20 discos, a maioria pela gravadora Arista. O último, “I’m new here”, de 2010, saiu pela XL Records. Ele também colecionava problemas com a polícia, principalmente por posse de drogas e violação de condicional.

Sempre reverenciado pelos rappers, ele teve a voz sampleada no disco “My beautiful dark twisted fantasy”, de Kanye West.

site: http://br.noticias.yahoo.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s