“Caçadas de Lobato” – Um diálogo sobre a banalização do racismo no Brasil

Por Spency Pimentel para o Central Hip Hop

Tudo começou quando, no fim de outubro, em plena temporada eleitoral, o Conselho Nacional de Educação (CNE), órgão ligado ao Ministério da Educação (MEC), divulgou no Diário Oficial da União o resumo de um parecer a respeito do livro Caçadas de Pedrinho, de Monteiro Lobato. O parecer, da professora Nilma Lino Gomes, considerava que, por ter trechos que podem ser considerados racistas, a obra não é adequada a ser distribuída em escolas públicas – usando dinheiro público, portanto – e deveria, no mínimo, ter uma nota explicativa sobre o contexto histórico em que ela foi concebida [o mais absurdo é que o livro já tem outra nota, explicando que, quando foi escrito o livro, caçar animais silvestres era algo aceitável – na história, uma onça é morta pelos personagens –, e, mesmo assim, houve essa grita toda…]. Aqui, um bom resumo do parecer, por parte de quem realmente leu o documento todo, e não só o seu resumo. Leia o resto deste artigo »

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s