FOLHA defende “direito” dos homofóbicos. Vai ter editorial apoiando a defesa da volta da escravidão ou dos campos de concentração?

Em seu editorial “Homofobia no Senado”, publicado hoje, a frase de destaque é a seguinte: “Inclusão de preconceito contra os gays na lei antidiscriminação é saudável, mas arrisca cercear ainda mais liberdade de expressão”. Alguns trechos:

Em boa hora a senadora Marta Suplicy (PT-SP) pediu a retirada do projeto de lei que criminaliza a homofobia da pauta da Comissão de Direitos Humanos. Falta serenidade ao debate. E as implicações do texto para as liberdades constitucionais de expressão e de culto a tornam mais necessária do que nunca. (…)

O problema maior é antigo, portanto. Está no artigo 20 dessa lei (“praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”), que passaria a abranger a orientação sexual. (…)

E se alguém se manifestar pacificamente contra homossexuais, mas não por motivos religiosos? Poderá ser preso, censurado? (…)

A criminalização da homofobia resulta de um impulso nobre, que objetiva proteger pessoas discriminadas pelo que fazem em sua vida privada. Não pode, porém, servir para cercear liberdades que fundamentam a própria convivência civilizada e democrática.”

Caro autor do editorial, Caro Otavinho Frias, Caro Sérgio Dávila, caros responsáveis pela opinião do jornal: PA-RA-BÉNS. Esse tipo de manifestação tão absurdamente conservadora e criminosa é de fazer inveja ao Estadão e à Veja. E olha que isso não é fácil.

Agora, falando mais sério:

Primeiro, SENSACIONAL a Folha falando em Liberdade de expressão. Eu e meu irmão, que estamos sendo processados por ter feito uma paródia com o jornal, que estamos ameaçados de ter que pagar dinheiro ao Otavinho Frias por uma piada, estamos sentindo na pele como a Folha acredita de verdade na liberdade de expressão…

Se poder “se manifestar contra homossexuais” é liberdade de expressão, quando virão editoriais defendendo quem quer a volta da escravidão dos negros, a reabertura dos campos de concentração para judeus ou a expulsão dos nordestinos de volta para seus estados? Afinal, pela lógica da Folha, se você defender tais posições “de forma pacífica”, tá tudo certo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s